domingo, 27 de abril de 2008

Once Upon a Time in Taj Mahal.







O simpático moço que vemos a cima é o Imperador Mulçumano Shah Jahan e a sua esposa, marmorizada, não só no Taj mahal, como neste vaso, de onde tirei a foto, são os responsáveis por este monumento, um tributo ao amor.
Em 1631, ao dar a luz a sua 14° filha, a esposa preferida do Sutão morreu. Antes disso ela fez três pedidos: que ele amasse todos os filhos que ela deixava, inclusive a filha que acabara de nascer, que ele não tivesse outra esposa e que fizesse alguma coisa pela memória da moribunda.


Mumtaz Mahal sabia o marido que tinha e fez um pedido sábio, para a pessoa certa. Nasce assim o Taj Mahal. Depois de quase 22 anos em construção, fica pronta o impressionante túmulo, aonde estão os restos mortais de uma das tantas mulheres de um Sultão e que tinha preocupações em não ser esquecida.

Não vou descrever a experiência de visitar um monumento como esse. Eu precisaria de muitas palavras, e ainda assim estaria em falta e correria o risco de cair na simplicidade e vocês não perceberiam nem uma parte de como foi alucinante estar nesse lugar. Deixo algumas fotos de turista, mas quem me conhece sabe que este sorriso que aparece ai, diz muita coisa. Estou escrevendo uma matéria, que será publicada em breve numa revista brasileira, onde darei mais detalhes. Por hora compartilho com vocês, como se faz com um amigo que se deseja o bem, um grande dia.

CONTINUEM VOTANDO NO CONCURSO POR FAVOR... PARA NÓS AQUI ESTÁ MUITO ANIMADO...

5 comentários:

Rogerio Wessler disse...

E ai Rena blz?Olha quero dizer q admiro muito esse jeito seu aventureiro,de correr atraz do q quer...eu tambem tenho um pouco disso(lembra nossa ''viagem'' de Tupassi para Palmitopolis ,um sol,um calor meu Deus nunca esquecerei aquele dia valeu mesmo,quem sabe um dia agente possa fazer uma ''outra''viagem juntos.Parabens e meu voto vai para foto q vc esta com cara de modelo,ficou muito boa.Abraco Rogerio

Bibi Negrao disse...

Oi Rena tudo bem???olha esta tudo lindo d+ parabens.vota na primeira foto ficou o maximo.abraco Bibi Negrao.

Anônimo disse...

Rena,
A sua mão continua sendo tão bonita... :)
Beijo. Lindo texto, lindas fotos, lindo vc!
Que vontade de estar aí ao teu lado compartilhando tudo isso ao vivo!
Cris

PS - Adorei o teu turbante, cheio de estilo! Vc parece o Ney Matagrosso (hihihihi...)

Nazareth Guedes disse...

Oi Re

Taj Mahal?Que máximo!
Estou amando conhecer a India por sua lente.

bjão e se cuida

Anônimo disse...

renato, que delícia essa hitória na estrada. saudade de você.

melissa castellano