terça-feira, 8 de abril de 2008

Mumbai Central.



Trajecto

“Na vertigem do oceano
vagueio
sou ave que com o seu voo
se embriaga
Atravesso o reverso do céu
e num instante
eleva-se o meu coração sem peso
Como a desamparada pluma
subo ao reino da inconstância
para alojar a palavra inquieta
Na distância que percorro
eu mudo de ser
permuto de existência
surpreendo os homens
na sua secreta obscuridade
transito por quartos
de cortinados desbotados
e nas calcinadas mãos
que esculpiram o mundo
estremeço como quem desabotoa
a primeira nudez de uma mulher”.

Mia Couto.

SEM TEMPO PARA ESCREVER E AINDA SOFRENDO COM O FUSO HORÁRIO PESSO AJUDA A MIA COUTO E A MINHA FOTOGRAFIA PARA CHEGAR ATÉ VOCES.

Beijos e até breve.

3 comentários:

D. disse...

Lindo, divulguei seu blog no meu. Dá uma passadinha lá e me diga o que achou...

beijos

Dani
1daystand.blogspot.com

Anônimo disse...

Oi meu querido!!!! Só tenho que dizer que suas fotos estão o MÁXIMO!!!!!! Dá para sentir realmente a emoção e a vida dessas pessoas. Agora eu tb queri ir à Índia......
Espero saber mais novidades e ver muitas fotos desse povo que diz tudo com o olhar.....
Beijão enorme!
Mariana

Renato Negrão disse...

Veleu meninas, obrigado pelo carinho. Dani, ficou linda e obrigado pela força, vc é maravilhosa. Mari, minha prima linda e querida, bom saber que voce está me acompanhando. Beijos e até a volta.